O Japão é um país que não pode ficar de fora do roteiro de uma volta ao mundo, né? De jeito nenhum! :))) A gente estava bem ansioso para conhecer a cultura, as tradições, o dia a dia do povo japonês. E tudo isso depois de visitar a Índia. Quer mais contraste do que esse?2015-11-06 15.16.20Sabe aquilo que a gente sempre soube sobre a organização e o respeito característicos do povo japonês? Foi muito legal ver e conviver alguns dias com isso. Desde a limpeza nas ruas, as organizadas filas e a paciência para pegar os trens, o silêncio dentro dos vagões, entre outras coisas mais. É super interessante perceber o valor do RESPEITO. Respeito ao espaço do outro, à comunidade em que vivem, ao bem-estar do próximo. Não é à toa que mesmo depois de tantos desastres naturais sofridos pelo país ou após as guerras vividas, o povo japonês tem uma força incomparável para se reerguer.

Antes de tudo vou adiantar que a nossa ida ao Japão é dividida em duas partes: 10 dias + 10 outros dias depois de Hong Kong. Eu explico. É que um dos vistos mais “complicadinhos” para nós brasileiros é o visto japonês.

1º) Ele só é emitido no país de origem/residência. Ou seja, brasileiros que queiram conhecer o Japão só podem solicitar o visto no próprio Brasil. Não é possível fazer em nenhum outro país. Sim, a complicação começa aí. Alguns outros países, como por exemplo a China, emitem vistos fora do Brasil, a partir de escritórios especializados ou consulados. O Japão não faz isso. O jeito é tirar o visto no nosso Brasilzão mesmo.

2º) O visto de 1 (uma) entrada só vale por 3 meses após a emissão. Ou seja, após a data em que ele for emitido, você tem até 3 meses para entrar no Japão. Entendeu? Pois é, numa viagem de volta ao mundo, isso pode ser um fator complicador, caso o país não esteja entre os primeiros do roteiro.

3º) Visto de 2 (duas) entradas: esta foi a nossa saída, pois só chegaríamos ao Japão bem depois dos 3 meses da emissão do visto. É aí que entra esse visto especial DOUBLE ou MÚLTIPLAS ENTRADAS. Esse visto vale por até 6 meses após a emissão. Isto é, depois da data que ele for emitido no Brasil é possível entrar em até 6 meses no Japão. Maaaaaaaaaaaas, para isso, é preciso comprovar que você vai ENTRAR E SAIR do Japão 2 (duas) vezes. Isso mesmo, para solicitar esse visto é preciso comprar e apresentar na Embaixada ou Consulado japonês no Brasil as 2 (duas) passagens de ida e volta para o Japão (eles cobram o e-ticket impresso). Além disso, o preço desse visto é o dobro também :((( Difícil, né? Dá uma complicada na logística toda da viagem, mas deu tudo certinho quando fizemos isso. Não contavam com a nossa astúcia? hehehehe

COMO FIZEMOS

Compramos as nossas passagens com os trechos:

- DELHI-TÓQUIO (25 mil milhas Smiles)

- TÓQUIO-HONG KONG (Hong Kong Express Airlines)

- HONG KONG-OSAKA (Hong Kong Express Airlines)

- OSAKA-PEQUIM (China Eastern Airlines)

Ou seja, saímos da Índia para o Japão, depois passamos alguns dias em Hong Kong na China (BRASILEIROS NÃO PRECISAM DE VISTO EM HONG KONG), voltamos para o Japão e fomos embora para Pequim (AQUI É NECESSÁRIO O VISTO).

Parece doido, mas deu tudo certo :))) Levamos as passagens na Embaixada do Japão e conseguimos o visto de DUAS ENTRADAS. Assim ganhamos o prazo que precisávamos para chegar à “terra do sol nascente” (até 6 meses para entrar). Ufa!

Só para ficar claro: para Hong Kong não precisamos de visto, assim como para Macau, por serem territórios especiais da República da China, com moedas e certas leis próprias. Mas para o restante da China (chamada China Continental) a gente precisa de visto. Aproveitamos para tirar o nosso em um escritório de Hong Kong.

Clique aqui para acessar o site da FOREVER BRIGHT TRADING, empresa/agência que emite vistos da China em Hong Kong. Há muitos estrangeiros que fazem a solicitação do visto nessa empresa, deu super certo e tudo é muito rápido.

CHEGANDO EM TÓQUIO

2015-11-19 16.54.16Após um longo voo, a partir de Delhi, e de boas horas de fuso, chegamos ao Japão. Aêêêêêê!!! O voo da Cathay Pacific foi excelente e descemos no aeroporto NARITA. Em Tóquio existem 2 aeroportos: o NARITA, a 60km da cidade (1 hora de trem), e o HANEDA a 25km do centro, aproximadamente.2015-11-09 13.37.21Do aeroporto de NARITA é possível ir para o centro de Tóquio, via ônibus, táxi ou trem. O trem é sem dúvida sempre a melhor opção no Japão. O sistema ferroviário do pessoal de olhinho puxado é inacreditável de tão bom.

Mas é claro que tudo depende de onde você vai ficar hospedado em Tóquio. A gente escolheu ficar em ASAKUSA, um bairro mais tradicional e bem mais tranquilinho em uma agitada Tóquio. Indico demais ficar em Asakusa para ter a experiência de vivenciar a vida simples dos japoneses. Mas gosto é gosto, né? Há quem prefira GINZA, o bairro chique e bom para compras, SHINJUKU ou SHIBUYA, por ter muitas opções de transporte por perto. Mas Asakusa tem um charme especial e foi excelente ficar lá. E transporte eficiente, rápido e que leva para todo canto é o que não falta para quem escolhe ASAKUSA como base.

DO AEROPORTO DE NARITA PARA A CIDADE USANDO O TREM

Para quem chega pela primeira vez em Tóquio tudo pode parecer confuso. Mas não se preocupe. É tudo muito organizado, tem tudo em inglês e após alguns dias é possível entender todo o processo do transporte público do País. É SENSACIONAL!

Para turistas estrangeiros há uma ótima opção que é o JR Pass, um passe que dá direito a viagens ilimitadas por determinados dias nos trens da LINHA JR. É que em Tóquio há diferentes linhas, como se fossem empresas diferentes, sabe? Esse é um passe que pode ser nacional ou regional, com direito a usar também os trens SHINKANSEN (os famosos trens-bala japoneses). Mas o JR Pass NÃO É VÁLIDO para o metrô, ok? Além disso, é bom comparar para saber se compensa mesmo comprar o JR PASS ou não. Tudo depende de como será o seu roteiro.

Nesses 10 dias que passamos em Tóquio, pra gente não compensava comprar o JR PASS. Isso porque não faríamos tantas viagens para outras cidades. Só compensa se você for conhecer outras cidade e for usar os SHINKANSEN. Deixamos para comprar o nosso para a 2ª parte da viagem.

Detalhe: o JR PASS só é vendido fora do Japão. Nem adianta que não tem como comprar dentro do Japão. Mas é possível comprar pela internet e receber no seu hotel ou endereço no Japão, caso precise. Com o VOUCHER em mãos basta trocar pelo cartão em um dos escritórios da empresa JR.

A gente comprou um JR Pass Regional para usar na segunda parte da viagem, onde passamos por Osaka, Kyoto, Nara, Himeji e Hiroshima. Para isso, o melhor passe a comprar pelo custo-benefício foi o JR Sanyo San’In Area Pass. Compramos pelo site da JAPAN EXPERIENCE (com sede na França) enquanto ainda estávamos em Tóquio. Enviaram por Fedex e foi muito rápido. Depois só trocamos o voucher pelo passe na estação de Osaka. Vou explicar isso mais detalhadinho no post da 2ª parte da viagem pelo Japão, ok? É só aguardar:)))

Os preços são salgadinhos, mas como comprar trens para visitar muitas cidades separadamente pode sair caro, o JR PASS muitas vezes vale a pena sim. Para fazer os cálculos e ver se vale a pena para você, faça as simulações aqui no site da Hyperdia. Nesse site dá para saber os valores de cada bilhete de trem. E depois some tudo e veja se o JR PASS compensa.

Se, assim como nós, você se hospedar em Asakusa e quiser ainda fazer uma day trip para as cidades de Kamakura e Nikko, já adianto que o JR Pass não compensa. É mais vantajoso comprar tudo separado nas próprias estações.

Saiba tudo sobre o JR PASS clicando aqui.

DO AEROPORTO DE NARITA DIRETO PARA ASAKUSA

Esse foi o nosso trajeto e foi super fácil. Assim que desembarcamos, compramos no balcão da SKYLINER o bilhete da linha KENSEI ACCESS EXPRESS (COR LARANJA) que tem como destino final o AEROPORTO HANEDA.2015-11-04 15.01.052015-11-04 15.25.302015-11-04 15.27.06Até a estação ASAKUSA são exatos 51 minutos. Ou seja, nem precisa fazer baldeação nem nada. A diferença apenas é que o trem parece mais um metrô, mas é tranquilíssimo e vale muito a pena. PREÇO APENAS IDA: 1290¥ (ienes)/R$ 41,00.

Clique aqui e saiba mais sobre esse trem no site oficial da empresa KENSEI.

NARITA-TÓQUIO DE ÔNIBUS

2015-11-04 15.01.11Dependendo do local que for ficar, uma outra opção também é o Limousine Bus. Ele passa por vários hotéis e pode ser que fique na sua rota. Mas tem o empecilho que é o trânsito na cidade, o que pode render boas horinhas até o destino final.

Clique aqui e saiba mais no site oficial da empresa desse ônibus-shuttle.

HOSPEDAGEM EM TÓQUIO

O conselho é fechar o quanto antes a sua hospedagem em todas as cidades japonesas. Isso porque, por mais opções que existam, tudo esgota rapidamente e o preço dos hotéis é bem alto. Aliás, achamos tudo muito caro em Tóquio. A gente deixou para fechar a nossa estadia em Tóquio meio tarde e quase nos lascamos.

Demos a sorte ainda de encontrar um excelente apartamento em ASAKUSA, via Airbnb. Mas não foi barato não. Diária por R$ 363,00. Aaaaaaaaaai! Bem puxado para quem está dando uma volta ao mundo :(((2015-11-19 16.52.26Mas foi o melhor custo-benefício que achamos depois de ler toda a internet hehehehe. E demos uma baita sorte, porque o nosso apê foi show, e o Minoru (proprietário) é gente finíssima. E olha que nem nos conhecemos pessoalmente. Mas o cara fez até uma cartilha sobre tudo do apartamento. É incrível! Tá certo que nada no Japão é feito para pessoas com 1,86m de altura como eu, mas esse apartamento foi um achado.

E o melhor de tudo: pertinho da estação do metrô e com internet Wi-fi Pocket. Ou seja, o modem é do tamanho de um celular e pudemos levar ele para todo canto. Ficamos sempre conectados em Tóquio. Isso foi excelente. Internet 24 horas por dia, que nos ajudou muito para achar restaurantes, templos, parques e para falarmos com a família e os amigos enquanto estávamos passeando pela cidade. Tudo isso incluso na diária.

E ainda tinha lavadora de roupas, geladeira, microondas, cozinha toda equipada. Só a cama que era um pouco pequena, mas valeu a pena mesmo assim e indicamos demais esse apartamento do Minoru em ASAKUSA.

Clique aqui para ver tudo sobre o apartamento direto no site do AIRBNB.

O QUE FIZEMOS OU ONDE FOMOS EM TÓQUIO

Tóquio é gigantesca mesmo. Mas o transporte público é impecável e leva para todo canto da cidade.

TEMPLO SENSO-JI

2015-11-19 16.56.16É o templo budista mais antigo de Tóquio e ficava ao lado de “casa”. Ele foi erguido para preservar a estátua de Kannon, a Deusa da Misericórdia. Esta foi a primeira atração que visitamos e é um lugar bem bonito. A entrada é pelo KAMINARIMON, o portal de onde estão os 2 (dois) guardiões do templo.2015-11-19 16.57.46Antes de chegar ao Senso-Ji, há várias barraquinhas para quem pretende comprar uma lembrancinha ou para quem quer experimentar as várias tradições da culinária japonesa. Comemos de tudo um pouco hehehehe. 

No templo, é possível pagar 100¥ (ienes)/R$ 3,00 para pegar um papelzinho da sorte. Se o texto não trouxer boas novas, a tradição é amarrar ali mesmo para não levar com você.2015-11-05 16.27.252015-11-05 16.25.58 Outra tradição é puxar a fumaça dos incensos para a cabeça, o que deve trazer inteligência a quem o faz. Não esqueça de lavar as mãos ou beber a água do templo, para purificar o corpo e a alma. O Senso-Ji é visita obrigatória para quem passa por Tóquio.2015-11-05 16.28.45

TOKYO SKYTREE

Fomos a pé mesmo, porque era bem perto de onde nos hospedamos em Asakusa. Atualmente esta torre de radiodifusão é a segunda construção mais alta do mundo, atrás apenas do Burj Khalifa em Dubai. São 634 metros de altura e de lá dá para ter um boa ideia da dimensão da cidade. 2015-11-19 17.03.33A dica é subir para ver o pôr do sol, que pode variar dependendo da estação do ano. Em novembro, quando visitamos, escurecia bem cedo em Tóquio, por volta de 16h30. A fila para comprar o ingresso estava comprida mas nem tanto. Pegamos 30 minutos de espera para comprar e subir.

Se preferir, é possível reservar o ingresso pela internet aqui no site oficial. MAS O LINK É APENAS EM JAPONÊS :(((2015-11-06 14.11.50São 2 tipos de ingressos:

– para subir até 350m, área chamada TOKYO SKYTREE TEMBO DECK – ¥2060 (ienes)/R$ 64,00.

– e outro ingresso adicional caso queira subir até a TEMBO GALLERIA, a 450m de altura – mais ¥1030/R$ 32,00 que compra na hora mesmo lá em cima no TEMBO DECK.

Há descontos para determinadas idades e também para pessoas com deficiência. Saiba mais aqui no site oficial da TOKYO SKYTREE.

LOCOMODICA: assim que descer da SKYTREE, aproveite que logo embaixo tem um Max Brenner, restaurante/lanchonete americana, especializada em chocolaaaaaaaaaate :))) Peça um fondue ou uma pizza de chocolate ao leite com pequenos marshmallows assados hummmmmmm.2015-11-12 14.55.11

PARQUE UENO + UENO ZOO

2015-11-19 17.01.45

Ueno Zoo, Tokyp Skytree, Rio Sumida e Luísa no Templo Senso-Ji

Fomos caminhando até lá, a partir de Asakusa. Uns 25 minutos mais ou menos. O parque é gigantesco e o melhor foi chegar bem na hora em que um grupo de dança típica japonesa se apresentava. Ficamos alguns minutos apreciando os velhinhos e suas danças :))) Logo depois resolvemos conhecer o UENO ZOO.

Para a nossa surpresa, ele é enorme também, cheio de atrações, com destaque para o casal de PANDAS GIGANTES, Ri Ri e Shin Shin, logo na entrada. Deu pra fotografar um deles fazendo o lanchinho. O outro tava capotado, estatelado mesmo, dormindo numa caminha de bambu. A Luísa disse até que parecia comigo antes de acordar kkkkkkkkkk. Fora isso, ainda há várias outras atrações do ZOO como os URSOS POLARES e os GORILAS DE COSTAS PRATEADAS. É uma ótima opção para quem está passeando em Tóquio com crianças. Uma outra boa opção no Parque UENO é visitar o Museu Nacional de Tóquio, logo na entrada do parque, ao lado da estação de trem/metrô.

Preço do UENO ZOO: ¥600 (ienes)/R$ 18,50. Para acessar o site oficial clique aqui.

Para saber mais sobre o Museu Nacional, clique aqui.

SHIBUYA

2015-11-19 17.26.35É nesse bairro que fica o famoso cruzamento de 9 pistas. É gente pra caramba atravessando as ruas ao mesmo tempo. Para chegar lá a partir de Asakusa, basta pegar o metrô da LINHA GINZA (laranja) até a última estação (Shibuya). É lá também que está a estátua do fiel cachorro Hachiko, conhecido por sempre ir até a estação esperar por seu dono, mesmo depois da morte dele. Para quem não conhece esta emocionante história, clique aqui.

GINZA

2015-11-19 17.28.04É o bairro chique de Tóquio, cheio de lojas de grife e vários restaurantes de renome. Foi lá que paramos rapidinho e compramos o famoso Mochi (pronuncia-se “Môti”) na loja de doces AKEBONO.2015-11-09 13.51.192015-11-09 13.52.46Esse docinho é uma forte tradição japonesa e todo mundo lá adora. O detalhe é que a massa e o recheio são feitos de arroz e feijão. Isso mesmo, feijão é usado para vários doces no Japão e é servido até como cobertura de sorvete, acredita? Eu sei que tem muita gente que adora de paixão o Mochi, mas eu achei muito ruim :((( Muito mesmo kkkkkk!

SHINJUKU

É o maior centro comercial e administrativo de Tóquio. A gente desceu na estação, que mais parece uma cidade subterrânea, e passeamos rapidinho pelas ruas próximas. São muitas lojas e restaurantes bacanas ali perto. E algumas figuraças na rua também:)))2015-11-09 15.52.26AKIHABARA

Um bairro que é o paraíso dos aficionados por “animês”, “mangás” e eletrônicos. A rua principal é super iluminada e recheada de grandes telas de LED. Em frente às lojas, o destaque são as promotoras de venda fantasiadas para atrair a atenção dos clientes. Akihabara é o Japão dos desenhos animados :)))

DISNEY TÓQUIO

A nossa volta ao mundo também é uma volta aos parques da Disney. E, claro, a Luísa já tinha tudo programadinho para visitar a do Japão. Mas por contenção de gastos, tivemos que escolher um dos 2 (dois) parques para visitar. Em Tóquio há o parque Disneyland (estilo Magic Kingdom) e o parque Disney Sea, mais voltado para o público adolescente, com toda uma temática especial relacionada aos oceanos. Optamos pelo Disney Sea, mas as atrações não foram tão emocionantes assim não :((( Uma dica importante é que vale a pena chegar cedo para evitar as longas filas, pois o parque é sempre lotado.2015-11-19 17.36.48Como chegar à Disney Tóquio

Os parques ficam na Estação MAIHAMA, a 15Km do centro de Tóquio. Para chegar lá partir da Estação TOKYO (centro da cidade), basta pegar o trem da linha vermelha do JR (JR Keiyo Line), sentido Soga e descer na Maihama Station. É a 5ª parada.

Mas para chegarmos à Estação TOKYO, a partir de Asakusa, tivemos que pegar o metrô da Linha G (Ginza Line – linha laranja), sentido Shibuya, e descemos na Estação Kyobashi. De lá fomos andando, cerca de 1km, até a Estação TOKYO.2015-11-19 17.38.23Depois de descer na Estação MAIHAMA, é só seguir o fluxo. Mas ainda tem um detalhe: para chegar até a entrada do parque é preciso comprar um bilhete do MONORAIL DA DISNEY. Sim, ele é vendido por ¥220 (ienes)/R$ 6,50 o trecho. 2015-11-11 09.18.39

PREÇO DO INGRESSO DO PARQUE DISNEY SEA (1 DAY – PASSPORT): ¥6900 (ienes)/R$ 210,00. É possível comprar pela internet e imprimir o ingresso, mas o preço é o mesmo para comprar na bilheteria no próprio dia. O bom é que comprar pelo site evita as filas lá na bilheteria, né?

Para saber mais sobre a Disney Tóquio, clique aqui no site oficial.

MERCADO DE PEIXES TSUKIJI

2015-11-19 17.40.28Uma visita imperdível é conhecer esse gigantesco mercado de peixes. É também um passeio exótico para quem preferir acordar na madrugada e chegar antes das 4h da manhã para ver o Leilão do Atum. Todos os dias, há uma grande disputa pelos melhores e maiores atuns que chegam ao mercado. A gente deixou o leilão para uma próxima e chegamos ao Tsukiji por volta de 11h. Tava bastante cheio, mas ainda assim conseguimos comer um sashimi de café da manhã :))) Eu comendo os sashimis foi uma vitória, mas não que eu tenha gostado, ok? :))) Valeu mesmo foi a experiência de comer em um dos mais tradicionais e respeitados restaurantes do Mercado de Peixes Tsukiji, o Ryu Sushi.

ONDE COMER EM TÓQUIO

2015-11-19 17.07.05O legal de Tóquio é que há várias opções para comer bem. Nem tão barato assim, mas muitas boas opções. A gente fez um esquema de entrar e experimentar o que víamos pela frente mesmo. Não pesquisamos tanto dessa vez sobre os restaurantes para ir. Até porque a gente precisava economizar :))) Mas aqui embaixo listamos alguns destaques que valem o compartilhamento.

RYU SUSHI (MERCADO DE PEIXES TSUKIJI)

2015-11-13 11.24.432015-11-13 11.37.33Esse é um restaurante bem pequenininho, mas com longos anos de tradição local. Aguardamos uns 30 minutos na fila. Dentro dele só há espaço para umas 12 pessoas sentadas ao balcão dos habilidosos sushimen. É meio carinho e pra gente que não é tão conhecedor assim dos peixes acredito que poderíamos ter comido melhor e mais barato em outros restaurantes do Mercado. Pagamos pela fama do Ryu Sushi :))) Um pratinho com algumas peças de sashimi saíu por ¥2500 (ienes)/R$ 76,00.

Clique aqui para ver um vídeo sobre o Ryu Sushi.

LOTTERIA

Essa é uma rede de fast-food de origem sul coreana e que faz sucesso também no Japão devido a uma de suas deliciosas invenções, o EBI BURGUER (hambúrguer de camarão). Eu achei uma delícia mesmo e comi várias vezes esse hambúrguer hehehehe. É como se fossem vários camarões prensados e colocados dentro do pão, com um molho tártaro para acompanhar. Hummmm… Existem vários Lotteria espalhados pelo Japão. O primeiro que fomos foi em Ginza, pertinho do Sony Building. Experimente o EBI Burguer no Japão também que eu tenho certeza que vai gostar.2015-11-09 14.35.33SANSADA

Um restaurante com vários anos de tradição. Fica na entrada do Templo Senso-Ji em Asakusa e é especializado em Tempurá. Tem tempurá de tudo, mas sinceramente não achamos essa coisa toda não :((( Ainda assim é uma boa opção para que estiver ali circulando pelo bairro de Asakusa.2015-11-07 18.08.19

RESTAURANTE NAS IMEDIAÇÃOES DO TEMPLO SENSO-JI

Há vários bons restaurantes no centrinho ao lado do Templo Senso-Ji. A gente foi em um bem gostoso, mas infelizmente não anotei o nome. Sorry! :((( A Luísa detonou um prato de sushi e sashimi e eu pedi o Omuraisu, um prato tradicional que é arroz com omelete e ainda veio com dois bifinhos de Kobe Beef à milanesa. Teve bão viu!2015-11-10 20.12.012015-11-10 20.12.09Clique aqui para dar uma olhadinha no link do site Japão em Foco. Eles falam sobre vários pratos típicos do Japão. Cada um mais saboroso que o outro.

CHURRASCARIA BRASILEIRA QUE BOM!

Se estiver em Asakusa, a “Que Bom!” é uma boa opção para matar a saudade do arroz com feijão, da coxinha, do pão de queijo, do Guaraná Antarctica e de um rodízio de carnes ou feijoada. Fica bem próxima ao Templo Senso-Ji. O atendimento da galera de lá é 10. O detalhe é que não abre para almoço, só funciona de 17h às 23h, ok? 2015-11-12 21.04.532015-11-12 20.26.36

BATE E VOLTA EM KAMAKURA

2015-11-10 14.33.53A pequenina cidade de Kamakura fica a apenas 50 minutos de trem do centro de Tóquio. Para chegar lá basta pegar o trem da LINHA JR Yokosuka que sai da Estação SHIMBASHI.

Quem está em Asakusa, é só pegar o metrô da LINHA GINZA (11 paradas até Shimbahi), ou pegar a LINHA TOEI ASAKUSA (8 paradas até Shimbashi). E de lá pegar o trem para KAMAKURA.

Há 2 (duas) estações em Kamakura para quem sai de Tóquio.

A primeira é a Kita Kamakura, ideal para quem deseja visitar os vários templos zen como o Engakuji e Kechoji, além do santuário Tsurugaoka Hachimangu.

E a segunda estação, a KAMAKURA STATION, que é a parada mais próxima para quem quer conhecer o Grande Buda de Kamakura (DAIBUTSU), o 2º maior do país, com 13,35m de altura. Ao lado do Grande Buda está o belíssimo templo HASEDERA, que vale muito a visita também.2015-11-19 17.31.00A cidade é bem pequena e agradável. Dá para ir de ônibus até a entrada do BUDA. Basta pegar o ônibus 4, que sai da estação de trem KAMAKURA. A gente quis fazer tudo a pé mesmo para conhecer a cidadezinha e foi muito legal. O Buda fica a apenas 1,5Km da estação de trem KAMAKURA e há várias placas indicando o caminho até lá. Não tem como se perder. O mais legal é justamente fazer essa caminhada e passear pelas ruas da cidade, parar para um cafezinho e conhecer Kamakura com toda a calma.2015-11-10 13.26.08-1

Visitamos o Buda e em seguida fomos ao TEMPLO HASEDERA, onde está uma estátua do Deus Kannon com 9m de altura (fotos são proibidas). Esse templo é lindo e, como fica no alto da montanha, tem uma bela vista da cidade também. Indicadíssimo!2015-11-19 17.33.18ENTRADA GRANDE BUDA: ¥200 (ienes)/R$ 6,00 + ¥20 (ienes)/R$ 0,60 caso queira visitar o interior da estátua e ver o seu modelo de construção.

ENTRADA HASEDERA TEMPLE: ¥300 (ienes)/R$ 9,00.

Por causa do forte frio, alguns dias de chuva e hospedagem muito além do alcance do casal aqui, tivemos que cancelar nossa ida a NIKKO, umas das cidades mais bonitas do Japão e que fica a pouco mais de 2 horas de Tóquio. Sem problema, fica para a próxima.

Esses foram os nossos 10 primeiros dias no Japão. De Tóquio partimos para Hong Kong e passamos 5 dias lá. Pegamos um voo da Hong Kong Express no aeroporto de NARITA direto para Hong Kong. E ainda deu pra comer um delicioso bifinho :)2015-11-19 17.43.06Até o próximo post então, em que falaremos dessa cidade chinesa pra lá de ocidental :)))

Arigatô Gozaimazu!