Voltamos pessoal! E agora para falar um pouco sobre a nossa passagem pela Áustria.

Em Viena tivemos a maior experiência da viagem, ajudando inúmeros refugiados que chegavam à cidade, com a contribuiçao pra lá de especial de vários amigos. Logo em seguida partimos para Salzburgo, cidade do Mozart e dos cenários do filme “A Noviça Rebelde“. Foi lá que encontramos o Davi e a Izabella, um casal de grandes amigos que vieram passar férias na Europa e aproveitaram para seguir com a Locomotiva durante 1 semana. Na verdade fomos nós que aproveitamos a carona no carro alugado por eles:))))

Dois dias depois partimos para Innsbruck, cidade austríaca que já foi sede dos Jogos Olímpicos de Inverno de 1964 e 1976. É a capital do estado do Tirol. Sim, foi lá que inventaram a “tirolesa”. :))))

Aproveitamos a proximidade e também fomos conhecer o “Mundo dos Cristais Swarovski“, o imperdível e sensacional museu na cidade de Wattens.

Vejam como foi tudo isso…

CHEGANDO EM VIENA

2015-09-01 15.55.51Pegamos um trem em Bratislava e apenas 1 hora depois já chegamos à Estação Wien Hauptbanhof (Viena). Só para constrar: Hauptbanhof quer dizer “Estação Central”. Esse bilhete de trem pode ser comprado na própria estação Bratislava Hlavná Stanica e custa 12,50€. Há trens de hora em hora e você pode pegar qualquer um, pois o bilhete vale para o dia e não para um horário específico. Mas uma coisa que foi bem ruim é que não havia ar-condicionado no trem e o calor tava puxado. Chegamos encharcados em Viena :(((2015-09-01 15.56.17

HOSPEDAGEM EM VIENA

2015-09-14 09.30.00Ficamos no novíssimo Star Inn Premium, que fica bem ao lado da Estação Wien Hauptbanhof. Foi inaugurado em abril deste ano e é excelente. Para ir ao centro da cidade é só pegar o metrô na própria estação (Linha Vermelha U1) ou o tram (Linha D) que passa ao lado do hotel também. Os principais pontos de Viena ficam a poucos minutos do hotel. Vendo no mapa atá parece distante, mas garantimos que é bem rápido. Vale a pena para economizar, ficando em um ótimo hotel não tão central, mas que tem tudo bem ao lado. Recomendamos.

COMO ANDAR DE METRÔ, TRAM E ÔNIBUS EM VIENA

Há algumas opções de bilhetes para o transporte públcio de Viena. A melhor pra gente foi comprar o Viena Weekly Ticket. Esse bilhete pode ser usado em todos os meios de transporte, ilimitadamente, de segunda a segunda. O detalhe é que ele só vale até a próxima segunda-feira, às 9h da manhã. Explico melhor: se você comprar na segunda-feira, ótimo. Ele valerá por 1 semana. Se você comprar na terça ou quarta, ainda vale muito a pena, pois ele vale até segunda-feira. Acho que comprar depois de quarta-feira não vale tanto a pena. Mas tudo depende da quantidade de dias que você ficará na cidade. Esse passe pra gente foi sucesso total. Preço dele: 16,20€. Não é preciso validar esse bilhete nas estações. Basta ficar com ele na carteira. Seguem abaixo alguns outros preços para ter ideia. Caso queira saber mais sobre o transporte público em Viena, clique aqui.

  • Single ticket: € 2.20
  • 24-hour Vienna ticket: € 7.60
  • 48-hour Vienna ticket: € 13,30
  • 72-hour Vienna ticket: € 16,50

O QUE FIZEMOS EM VIENA (de 1 a 7 de setembro)

Ainda deu tempo de pegar os últimos dias das atrações de verão que aconteciam na cidade. Mas a sorte mesmo foi ver de perto a apresentação da Orquesta Filarmônica de Viena em um lugar incrível: Grafenegg.2015-09-14 09.46.42Grafenegg: fica a 1 hora de ônibus do centro de Viena. Há um lindo castelo e uma belíssima área de concertos ao ar livre. O detalhe é que pagamos apenas 10€ no ingresso. Isso mesmo, 10 eurinhos para ver a apresentação da orquestra e da mezzosoprano Elisabeth Kulman. Foi sensacional! Esse preço é para ficar no gramado e é bem bacana, a gente garante. Se quiser, pode até levar uma canga ou toalha, o seu próprio vinho e alguma comidinha para acompanhar. É permitido.:))) Só tem um probleminha: esse ingresso mais baratinho não garante um assento no auditório interno, caso chova. Ou seja, quando o tempo compromete a apresentação eles deslocam todo mundo para uma sala interna fechada. E quem tem esse ingresso baratinho só pode acompanhar a apresentação em uma sala ao lado, pelo telão. Foi o que aconteceu com a gente, mas só na parte finalzinha. Ainda bem! Ah, como Grafenegg é bem afastada da cidade, a dica é comprar o TRANSFER pelo próprio site, logo após comprar o ingresso. Custa 12€ ida+volta (mais caro que o ingresso kkkkk), mas vale cada centavo. É muito complicado e muito caro ir de trem pra lá. Também não há ônibus de linhas comuns que façam o trajeto. Vá com o transfer Grafenegg mesmo ou de carro. Não tem erro.

Compre ingressos dos espetáculos em Grafenegg aqui nesse link. Outra opção para compra de ingressos de eventos é o OETICKET. Mas eles cobram um pouco mais caro.

Locomodica: o transfer de ônibus para Grafenegg só é vendido online até 10 dias antes da apresentação. Depois disso é possível comprar apenas no escritório da Grafenegg em Viena, que fica numa salinha escondida no centro comercial do MuseumsQuartier (Quarteirão dos Museus). Foi exatamente o que fizemos. Não foi fácil, mas deu tudo certo no final :)))2015-09-14 09.33.41– Alé disso, vimos em Viena apresentações gratuitas de shows, concertos e musicais no Film Festival, que aconteceu na Rathausplatz (o tram Linha D para bem em frente). Com direito a degustar ótimos pratos na praça de alimentação aberta ao público. 2015-09-04 20.28.012015-09-14 09.43.20– Comemos na famosa Doceria DEMEL, no excelente restaurante Figlmüller (sem dúvida o melhor Schnitzel da cidade), pulamos para tirar foto no Palácio Shönbrunn, nos divertimos no surreal parque de diversões Prater Park, entramos na Catedral de São Estevão, vimos a casa onde morou Mozart (que hoje funciona um museu – Mozartzhaus), conhecemos o Palácio Hofburg, e caminhamos pelas ruas e parques de Viena. Tudo sensacional, ainda mais com a temperatura amena que fazia quando estivemos lá. 2015-09-14 09.37.462015-09-14 09.49.192015-09-14 09.57.17

Detaque para as balanças espalhadas por Viena. Dizem que é por conta da Imperatriz Sissi (Isabel da Baviera), que era obcecada pela saúde e por manter seu peso. Ela usava uma balança para verificar seus quilinhos 3 vezes ao dia.

Detaque para as balanças espalhadas por Viena. Dizem que é por conta da Imperatriz Sissi (Isabel da Baviera), que era obcecada pela saúde e por manter seu peso. Ela usava uma balança para verificar seus quilinhos 3 vezes ao dia.

Até aí estava tudo lindo, maaaaaaaaaaaas… eis que acordamos um dia e vimos toda a movimentação bem embaixo do nosso hotel. Era um monte de gente montando o Centro de Apoio aos Refugiados. Foi bem no dia em que o governo austríaco disse que receberia os refugiados que estavam na Hungria. Eram esperados de 6 a 10 mil refugiados em Viena. Deixamos de lado as visitas aos museus que ainda iríamos e passamos a ser voluntários nesse Centro. E após algumas horas tivemos a ideia de escrever um post e fazermos uma ponte com os amigos que também queriam ajudar, mesmo de muito longe. Foi lindão!

Clique aqui no link abaixo para ler todos os posts do facebook e saber como foi tudo isso. E também para ver os resultados incríveis:)))

Link: https://www.facebook.com/locomotivaviajante/posts/1672154976404405

Foi uma baita corrente do bem e somos eternamente gratos a todos que compartilharam com a gente essa ajuda. Estamos torcendo para estarmos na hora e no local certo para ajudar ainda mais. Pra nós, a viagem de volta ao mundo já valeu! :)))2015-09-15 21.42.41Depois dos incríveis dias de doação em Viena, partimos para Salzburgo. Lá encontramos o Davi e a Izabella e seguimos a viagem com eles. Boas risadas garantidas com essa galera. Bad, bad! kkkkkkkk (piadinha interna).

2015-09-15 21.58.09

Passeando por Salzburgo

CHEGANDO EM SALZBURGO

De Viena para Salzburgo usamos a empresa Westbahn, uma concorrente da maior empresa do país (OBB). Os trens são novinhos, super confortáveis e tem até Wifi. E o preço era metade do bilhete da OBB. Pagamos 24,90€ por pessoa. Recomendamos demais a Westbahn para quem pensa em ir de Viena para Salzburgo. Clique aqui para comprar o bilhete online no site da Westbahn. 2015-09-15 21.44.51

2015-09-15 21.49.01

Encontro com Davi e Izabella e nosso hotel em Salzburgo, o IBIS Salzburg Nord. Bom para quem está de carro. E por incrível que pareça, o café da manhã do Mc Donalds ao lado é excelente.

2015-09-15 22.00.03

Um pouquinho de Salzburgo, com passagem pelos Jardins Mirabell, cenário de “A Noviça Rebelde”.

Ainda deu tempo de conhecermos o Hangar 7 Red Bull em Salzburgo. É um museu de carros, aviões, motos e outras coisas mais, como uma loja-conceito e restaurantes bem bacanas. Tudo da Red Bull. E o que é melhor: GRÁTIS. Vale a visita. Só não comemos lá porque já tinha passado do horário do almoço e não serviam os pratos. Programe-se para chegar lá antes das 14h e aproveite para almoçar no próprio Hangar. 2015-09-24 06.47.14INDO PARA INNSBRUCK

Depois de 2 dias em Salzburgo, pegamos carona com o Davi e a Izabella e fomos para Innsbruck. Taí uma cidadezinha linda, toda charmosa. A viagem de carro dura apenas 2 horas. 2015-09-10 11.56.20

2015-09-24 06.53.16

Destaque para a torre com o Telhado de Ouro, de onde o imperador Maximiliano I olhava o que acontecia nas ruas e discursava à população.

Ficamos hospedados no hotel Ramada Innsbruck. Pegamos a diária sem café da manhã. O hotel é muito bom, mas tivemos que trocar 2 vezes de quarto. Uma porque o ar-condicionado quebrou. A outra vez porque o andar inteiro que nos colocaram não pegava internet. E tome arrumar mala e pegar elevador, às 2 da manhã. Mas no final deu certo. 2015-09-15 22.03.33Em Innsbruck, um dos grandes atrativos é o Monte Nordkette. Como a Luísa odeia altura e frio, fomos eu, Davi e Izabella. E fazia um baita frio mesmo lá em cima. A dica é pegar no centro da cidade o trem especial que leva ao teleférico. O preço é meio salgadinho mas vale a pena. Pagamos 30,50€ para ida+volta do trecho INNSBRUCK-HAFELEKAR (ponto mais alto de Nordkette, a 2.334m de altitude). Acredito que no inverno, com a neve, deve ficar bem cheio. Saiba mais sobre o Nordkette e os preços aqui.

2015-09-24 06.55.062015-09-24 06.56.33E para terminar a viagem pela Áustria, conhecemos o Museu Swarovski na cidade de Wattens, que fica a apenas 18Km de Innsbruck.

Para falar a verdade, a gente nem ia nesse museu não. Pensávamos que seria tipo uma grande loja da Swarovski. Mas depois de lermos sobre a história da empresa, deu a maior vontade de ir lá. SURPRESA TOTAL! O lugar é maneiríssimo. Foi reaberto em abril deste ano e tem várias salas super modernas, com criações de diversos artistas de renome. Tudo usando os famosos cristais da empresa. Preço: 19€.

Clique aqui e saiba mais sobre a história da empresa Swarovski.

Para acessar o site do Swarovski Kristallwelten, clique aqui.

2015-09-24 07.00.162015-09-24 07.02.282015-09-24 07.04.262015-09-11 13.34.36A gente não fazia ideia mesmo. Tem até um prédio que é um Playground para adultos, com direito a cama elástica e escorregador. Aí “usmininu” aqui pira! :))) 2015-09-24 20.40.51Ah, ficaram faltando as dicas de restaurantes em Innsbruck. Deu tempo de irmos em 2 muito bons e indicamos. A Hamburgueria Ludwig e o tradicional Goldenes Dachl. 2015-09-24 06.49.50Ufa! Deu pra cansar, né? :))) Até o próximo post então. Falaremos sobre a passagem da Locomotiva pela Alemanha.

Forte abraço.