Olááááá, queridos passageiros! Lá se foram 4 ótimos dias em Porto. Andamos a cidade todinha. A pé, de metrô, de ônibus (com wifi), de bondinho. Fizemos tanta coisa que parece que já estamos há 15 dias na cidade. Muita experiência boa.

Ficamos hospedados na Rua do Paraísoque endereço bom para começar a viagem, né? Mais precisamente alugamos um baita apartamento grudadinho na estação de metrô Faria Guimarães. E parece mentira, mas o edifício fica literalmente a 2 passos da saída do metrô. Não tem erro.

Fechamos via Airbnb, aliás foi a nossa primeira vez nesse esquema de aluguel. E foi sensacional! O Carlos (proprietário) nos recebeu muito bem e preparou tudo nos mínimos detalhes, dando dicas do que há de melhor na cidade, sem tanta cara de pega-turista. Essas são sempre as melhores dicas, por mais que a gente veja tudo pela internet.

Quer saber mais sobre o apartamento? Clique aqui.

20150609_232007000_iOSAs fotos aqui acima foram no primeiro dia em Porto e são a prova que começamos com o pé direito e no lugar certo. Parece até combinado, é Locomotiva pra todo lado rsrsrsrs.

Passe o cursor sobre a primeira imagem do post e use as setinhas para ver na galeria de fotos alguns locais por onde passamos em Porto, como a Ribeira, um dos locais mais antigos e tradicionais da cidade. Para degustar o Vinho do Porto fomos à Cave Cockburn’s. Por apenas 4 euros é possível fazer um tour pela cave e depois acabar com 2 degustações. Muito bacana! Quem quiser pode fazer o mesmo tour, com mais degustações. Aí aumenta o preço também…

Visitamos ainda a Casa da Música, o Museu de Arte Contemporânea de Serralves, a loja “A Vida Portuguesa” as Praias do Molhe e do Homem do Leme (essa última faz parte do projeto “Praia para todos”, acessível a cadeirantes no período balnear do país, de 12 de junho a 12 de setembro de 2015).

E também fomos à Torre dos Clérigos, à Livraria Lello e Irmão – considerada uma das melhores e mais bonitas do mundo –, passamos pelo Mercado do Bolhão e pelo Café Majestic, experimentamos a Francesinha (prato típico de Porto) e percorremos as várias ruas e praças da cidade.

Para finalizar, pegamos o metrô e depois de uns 40 minutos chegamos à Matosinhos, uma das maiores cidades do distrito do Porto e conhecida pelos vários restaurantes que servem as famosas Sardinhas Assadas. Uma delícia!

Hora de pegar o carro e partir para Braga, Guimarães e para as Quintas Douro. Aliás, você sabe o que são as Quintas em Portugal? Veja aqui nesse link que vimos como referência para tirar nossa dúvida.

Já já a gente chega lá então e mostra de perto a produção de vinhos e azeites para vocês! Ou melhor, mostra a degustação :)))))))