Essa é a primeira pergunta que vem à cabeça de muita gente. Inclusive essa é a frase que está estampada em camisetas e bótons pelas lojinhas da capital da Eslováquia (“Onde fica essa caceta de Bratislava?”). Faz parte de uma campanha de divulgação da cidade. O segundo pensamento é “Mas o que há para ver nesse fim de mundo?”.

É aí que a gente entra, justamente para tirar esses mitos que vez ou outra as pessoas pensam ao viajar. Um dos pontos mais positivos por estarmos viajando pelo mundo é que experimentamos visitar cidades que nunca estariam nos nossos roteiros “normais”. Assim tiramos da cabeça os vários preconceitos que temos, muitas vezes por não sabermos um pouco mais sobre o lugar. Esse é um propósito bastante relevante pra gente.2015-09-01 15.00.24Por sinal, Bratislava foi uma gratíssima surpresa. Passamos 6 noites lá (de 26 de agosto a 1º de setembro).

CHEGANDO EM BRATISLAVA

Fizemos o trajeto Budapeste – Bratislava em apenas 2h42 de trem. Esse bilhete só é vendido na estação de trem Budapest-Keleti. Custa 17,5€ por pessoa e não há reserva de assentos. Se quiser reservar mesmo assim, tem que pagar mais 6€ por bilhete. Como há trens de hora em hora isso não é necessário. Até porque a viagem é bem curta.

Chegamos em Bratislava pela Estação de Trem Havlani Slavni, que mais se parece uma rodoviária de cidade pequena. Welcome to Slovakia!

A má impressão foi apenas essa mesmo. Logo em seguida descobrimos que havia Wifi na estação e que também havia UBER na cidade :))))) Ah, sem contar que desde 2009 a Eslováquia adotou o EURO como moeda oficial. Isso facilitou ainda mais pra gente. Nada de fazer câmbio por lá :))) De táxi da estação para o hotel: 10 euros. E de UBER? Deu 3 eurinhos apenas.

Para andar de tram ou ônibus em Bratislava é preciso comprar o bilhete nas máquinas que ficam nas estações. O detalhe é que o preço varia de acordo com o tempo de utilização. Quando tivemos que ir a uma lavanderia mais afastada, compramos o bilhete de 1 hora (0,90€) e usamos no tram e no ônibus a mesma passagem. Lembre-se de validar o bilhete na máquina dentro do tram ou ônibus assim que começar a usar. 2015-08-28 13.13.18

2015-08-28 13.13.22

Aliás, há apenas 1 lavanderia self-service na cidade. É a Flipperwash. Excelente, mas era meio longe do nosso hotel. Mas como somos macacos-velhos, chegamos certinho. Fica em um bairro bem residencial.2015-08-31 12.28.30

Em relação ao hotel, ficamos hospedados no Park Inn Danube. O que parecia ser um hotel bem bacana, às margens do Rio Danúbio, na verdade foi bem chato com a gente. Mudamos 2 vezes de quarto até sermos bem atendidos. Depois de falar com o gerente e receber um upgrade. O staff é muito ruim. O quarto EXECUTIVO é bom. O Standard é velhaco e não vale o quanto cobram por ele. O hotel oferece piscina e academia bem bacana aos hóspedes, de forma gratuita. O café da manhã e a localização são muito bons também.2015-09-01 14.58.05Mas se você é como eu que sofre com o calor, não consegue dormir suando e prima por um ar-condicionado, NÃO FIQUE NESTE HOTEL. É que o ar é central e sai apenas um ventinho que não serve pra nada. Mesmo depois de várias reclamações nada mudou. Eu acredito que como eles não usam os aparelhos durante vários meses do ano, quando precisam no verão é aquele sufoco. Outro ponto negativo é que há uma boite no térreo do hotel e a acústica não é nada boa. É um batidão que vai até altas horas e que atrapalha muito o sono (5ª, 6ª e sábado são os piores dias). Pois é, a gente não aguenta mais as baladas. Se não fosse isso, desceríamos pra curtir também. hehehe2015-08-31 16.03.31

Mas Bratislava é muito mais do que um hotel, certo? Tem Palácio, várias ruazinhas com ótimos restaurantes, sorveterias de dar água na boca, esculturas divertidas espalhadas pela cidade, pontes, parques, ciclovias, e até mesmo uma área super moderna, com um shopping gigante e uma arena de shows. Uma evolução dos últimos 10 anos e que não para de se ver por lá. Bratislava está de reinventando e crescendo a cada dia.

Pelas ruas de Bratislava, com destaque para o restaurante-bar UFO (disco voador).

Pelas ruas de Bratislava, com destaque para o restaurante-bar UFO (disco voador).

2015-08-26 17.03.532015-09-01 15.22.422015-09-01 15.26.00Locomodicas:

Restaurante Argentino El Gaúcho: muito bom e pratos do dia a 8€. Os pratos do cardápio eram um pouco mais caros. Ficava bem em frente ao Hotel Park Inn Danube.

2015-08-29 14.50.05 Restaurante Rio: o que parecia ser um restaurante de brasileiros foi na verdade uma grande furada. Pedimos uma feijoada acreditando que mataríamos a saudade, mas veio um risoto de feijão duro, carregado na pimenta e nem conseguimos terminar o prato. Ficamos sabendo que o dono, um eslovaco, viu algumas coisas no Brasil e tentou fazer parecido. Acho que não conseguiu. Horrível! Pode ser que os demais pratos da casa sejam bons, mas não voltamos. Ficamos tão bravos com a feijoada lazarenta que nem pedimos o pão de queijo e a coxinha, que também estavam no cardápio :(((

"Feijoada". Se não fosse a pimenta em excesso, dava até pra tacar um ovo e fazer um mexidão:)))

“Feijoada”. Se não fosse a pimenta em excesso, dava até pra tacar um ovo e fazer um mexidão:)))

2015-08-31 15.45.24 Slovak Pub: um excelente lugar para comer a comida tradicional eslovaca. Um dos mais comentados também na internet. Pedimos um prato com 3 porções: uma com o famoso Halušky – massa de batata e farinha de trigo (parecida com o nhoque) com molho de queijo de leite de cabra (o queijo se chama bryndza) e bacon, uma outra com pequenos pastéis com a mesma massa e recheio de queijo de cabra e uma porção do Halušky misturada com chucrute (repolho). Tava muito bom! Mas acho que vale a pena pedir uma carninha para acompanhar o tanto de queijo :))) Ah, o preço é bem honesto também.

Halušky, prato tradicional eslovaco.

Halušky, prato tradicional eslovaco.

Restaurante-trailler POD KAMENNYM STROMOM: esse é daqueles achados, com uma simples plaquinha na rua. Ao vermos no fundo do terreno um pequeno trailler fomos lá conferir a comida. E saímos bem felizes. Um cardápio reduzido, escrito no quadro preso ao trailler. Comemos um salmão excelente e voltamos mais 2 vezes pra comer lá. Ótimo atendimento, comida super bem feita e preço camarada. Indicamos muito! 2015-09-01 13.15.25

2015-09-01 15.07.59

Sorveteria KOUN: fomos lá conferir essa tão bem falada sorveteria artesanal. E é sensacional mesmo. Vários sorvetes bem a estilo caseiro, uma verdadeira delícia! O problema é a longa fila, que nos fez desistir 2 vezes. Mas antes de ir embora conseguimos passar lá. O melhor sorvete da cidade, sem sombra de dúvida. E olha que a gente tomou muito sorvete lá, hein… :))) 2015-09-01 13.37.21

Restaurante Mercado: esse é um dos excelentes locais para conhecer na área NOVA da cidade. Fica grudado no moderno shopping EUROVEA. O restaurante serve vários pratos de comida orgânica. Comemos um queijo de cabra gratinado com molho de tomate que tava um espetáculo! Nota 10. 2015-08-29 13.14.55

2015-08-28 12.28.09

2015-08-28 12.09.27

2015-08-28 21.11.452015-08-28 21.36.28Mas uma das maiores surpresas dessa viagem foi o Danubiana – Museu de Arte Moderna. É irado e pelo menos pra mim foi o melhor museu até agora. Pra chegar a ele, é preciso pegar um barco bem no centro da cidade. O destino é a Ilha de Cunovo. Sim, é esse nome mesmo :))) O bilhete do barco custa 10€ e já inclui a visita ao Danubiana. Show!

2015-08-30 17.53.08São 45 minutos para ir e 1 hora para voltar (por conta da correnteza do Rio Danúbio). O barco fica parado 2 horas lá no museu. É tempo de sobra pra ver tudo. Vale muito a pena e indicamos muito a ida a este museu. Mas fique atento, pois esse barco que faz o trajeto Bratislava – Museu Danubiana sai apenas 1 vez por dia. Aqui nesse link da empresa LOD dá para entender melhor e ver todas as informações.

2015-08-30 14.26.32

2015-08-31 22.35.59

2015-08-31 22.39.12

2015-08-30 14.52.08

2015-08-30 15.59.12Ao lado do Museu Danubiana existe também um hotel-parque de esportes chamado DIVOKA VODA, com Rafting e Caiaque. Se quiser aproveitar a ida ao museu para descer as corredeiras, é bom ser rápido porque aí o tempo encurta. Vale a pena entrar em contato com a empresa de Rafting para reservar antecipadamente o horário.2015-08-30 15.20.26

BATE E VOLTA A BRATISLAVA

Quem por acaso estiver em Viena na Áustria, vale a pena pegar o trem e conhecer Bratislava em um bate e volta. A viagem dura apenas 1 hora. E há trens saindo de hora em hora da Estação Wien Hauptbanhof.2015-09-01 15.56.17

Depois de Bratislava a Locomotiva Viajante partiu para Viena, Áustria, onde vivemos um dos melhores momentos da viagem: a ajuda aos refugiados que chegavam ao país. Em breve contaremos tudo aqui no blog.

2015-09-01 15.17.45Forte abraço a todos e inté já!